Coragem e Experiência para
Mudar São Paulo
- Arthur Prefeito CONTRIBUA

Participe dos grupos de WhatsApp

ÚNICO a recusar o fundão eleitoral.
A MAIOR campanha do Brasil em número de doadores.

VÍDEOS

Slide PRECISA DE DIFERENTES DIFERENTE, UMA SÃO PAULO IDEIAS

Cobramos as maiores alíquotas de imposto do país, por este motivo as empresas fogem para cidades vizinhas, levando emprego e renda. Veja como vamos mudar isso:

- Reduzir a carga de impostos e burocracia
- Acabar com o ITBI (imposto de transação de bens imóveis)
- Reduzir cargos comissionados e fazer uma reforma administrativa
- Desestatizar a Prodam e outras companhias públicas
- Melhor aproveitamento do potencial da atividade imobiliária
- Cortar profundamente gastos desnecessários
- Simplificar a área de infraestrutura para antenas 5G

Clique aqui e veja mais.

Urbanismo é o principal pilar para a transformação de São Paulo. E nesse tema temos 02 grandes problemas: o o péssimo conceito urbanístico adotado e o trânsito.

- Fazer o melhor plano urbanístico e diretor da história
- Dar liberdade ao uso de aplicativos de mobilidade e compartilhamento (Uber, Buser, Grin, Rappi)
- Aumentar o limite de gabarito (altura dos prédios e o melhor aproveitamento de terrenos)
- Acabar com a outorga onerosa (imposto abusivo cobrado pela verticalização de imóveis)

Clique aqui e veja mais.

Temos a convicção de que a ensino é o principal pilar de desenvolvimento de qualquer sociedade a longo prazo. Vamos tornar a gestão do ensino mais eficiente com o objetivo de propiciar o melhor ambiente escolar para o aluno:

- Aumentar esforços para reduzir as faltas dos professores, melhorar a formação e reformular os planos de carreira.
- Criação de creches nas áreas periféricas da cidade
- As creches deverão contar com amplo suporte pedagógico para fomentar o acompanhamento das famílias, especialmente as mais carentes
- Valorizar os bons professores em detrimento dos maus
- Parcerias na iniciativa privada para oferecer uma alimentação saudável
- Uma prioridade tem que ser o atendimento à primeira infância com programas que alcancem desde a gestação até o ingresso na escola básica.
- Com relação à criação de vagas, buscarei ampliação do sistema de voucher e parcerias com a iniciativa privada.
- Outra meta nossa é implantar em São Paulo o modelo de Escola 360: Nesse modelo, as escolas ficam abertas à comunidade 360 dias do ano para que a comunidade tenha acesso a lazer nas quadras poliesportivas, incentivadas por profissionais de esporte.
- A Escola 360 também vem com o objetivo de oferecer reforço escolar aos finais de semana para as crianças que não estejam conseguindo acompanhar o ritmo das aulas.
- Serão oferecidos cursos profissionalizantes nas escolas em parceria com a iniciativa privada, trazendo a fronteira do conhecimento para aqueles que mais precisam.

Clique aqui e veja mais.

Entendemos que a saúde básica e a prevenção às doenças devem ser prioridades da gestão

- Aumentar o número de assistentes sociais da família e médicos especializados em "Medicina da Família" e da Comunidade
- O foco na saúde será total e, diferentemente do que vem sendo feito até agora, a prioridade será em atender o cidadão paulistano e não em atender a interesses meramente políticos
- Foco em UBS estratégicas com atendimento local e regionalizado em conjunto com equipes de saúde e agentes comunitários para prevenção e otimização do atendimento
- Buscar alternativas para otimizar e modernizar a marcação e confirmação prévia de consultas, evitando as enormes e desgastantes filas, além de desenvolver a integração das informações de cada paciente no sistema de saúde de forma à atender prontamente o paciente com o seu histórico médico atualizado
- Desenvolver parcerias com laboratórios privados para dar acesso a toda população a exames de qualidade, complementando a estrutura pública com PPP

Clique aqui e veja mais.

Hoje há um grande problema no transporte público de São Paulo que encarece a tarifa e trava todo o sistema: o operador da linha de ônibus acaba tendo que assumir dois riscos completamente diferentes, o operacional e o de capital.

- Ao separarmos as concessionárias de transporte público entre as que incorrem no risco de capital e as que incorrem no risco operacional, termos uma ampla gama de concorrentes que poderão participar de licitações e assim melhorar o transporte de São Paulo.
- A maioria dos grandes (e eficientes) operadores de transporte público do mundo não têm capital suficiente para comprar garagens e equipamentos ou simplesmente não tem interesse para tal, mas são muito eficientes na sua atividade final. - Com este novo modelo de licitação seria possível atrair os melhores operadores de transporte do mundo para o município de São Paulo, aumentando assim expressivamente a qualidade do transporte.

Clique aqui e veja mais.

Em que pese o papel principal da segurança urbana ser de iniciativa do estado, há um papel importante na segurança urbana feita pelos municípios.

- Transformar a sucateada Guarda Civil Municipal em Polícia Municipal. O investimento em segurança urbana municipal atualmente é menor que 2%. Uma área tão importante merece um investimento e uma atenção maiores.
- Criar ainda uma coisa que ninguém até hoje teve coragem de fazer: uma agência municipal de inteligência no combate à corrupção para coibir não só as más-práticas e os crimes ocorridos contra a gestão municipal, mas também o desperdício de dinheiro público.
- Nosso foco: aproximar a GCM da população facilitando este primeiro contato e especializar a Guarda de acordo com as demandas de cada região.
- Faz-se necessário também uma realocação do orçamento público para fortalecer, treinar e equipar a Polícia Municipal (atual Guarda Municipal) para termos uma São Paulo mais segura para todos.

Clique aqui e veja mais.

Em uma sociedade onde os animais domésticos são cada vez mais presentes, é necessária uma atenção especial para eles.

- Enfoque exclusivo do Poder Público na conscientização e prevenção contra os maus tratos e defesa dos animais.
- Políticas públicas que visem aumentar a participação da iniciativa privada no controle aos maus tratos e promover políticas de conscientização do abandono e da multiplicação descontrolada de animais de rua. Também pretendo incentivar a adoção em vez da compra, através da comunicação, a nossa principal arma.
- Canis para que moradores de rua possam ter seus pets em centros de acolhimento deverão ser ampliados.

Clique aqui e veja mais.

São Paulo promoveu por décadas planos muito ruins de habitação para a população mais carente. Na minha gestão, isso será diferente. - Meta: uma cidade para todos.

- Juntamente com as propostas citadas na parte de urbanismo, a proposta para habitação é trazer mais gente para mais perto do centro expandido - Ao adensar a cidade e trazer mais gente para perto, as condições de saneamento básico, de transportes e de infraestrutura de água e luz tendem a ser melhor para todos
- Isso nos permite investir em áreas sensíveis como educação e saúde, especialmente para os mais vulneráveis. - Incentivar preços acessíveis a imóveis no centro com recuperação, inclusive, dos imóveis já existentes

Clique aqui e veja mais.

Vamos dar assistência social aos mais necessitados da nossa cidade: - Fomentar programas de desenvolvimento da pessoa humana, com cursos de capacitação e qualificação
- Parcerias com a iniciativa privada para empregar essas pessoas também estão nos planos
- Fornecer dignidade para que essas pessoas em situação de vulnerabilidade possam voltar a integrar a sociedade de forma plena e possam se desenvolver socialmente
Clique aqui e veja mais.

O centro de qualquer cidade é o cartão postal. Aqui não podia ser diferente. Temos um centro tomado por imóveis abandonados, pessoas em situação de rua e violência constante

- O meu governo terá o foco em de fato revitalizar o centro com a única coisa que revitaliza qualquer espaço natural: pessoas!
- Facilitar moradia no centro da cidade, com os gabaritos mais altos possíveis
- Fazer parcerias com a iniciativa privada para que surjam os primeiros arranha-céus de São Paulo voltados 100% para moradia
- Tirar pessoas das periferias de São Paulo e trazê-las para o centro (promovendo o adensamento da cidade)

Clique aqui e veja mais.

A cracolândia é um dos maiores problemas de São Paulo desde sempre.

- Ter a consciência que um usuário de crack, em geral, fica nesta situação por todo um contexto familiar e psicológico
- Eles necessitam de uma reinserção social e de um apoio médico e terapêutico.
- É necessário que mais assistentes sociais estejam próximos dessa população a convencendo a buscar tratamento.
- Centros de acolhida para usuários com espaço de lazer, cultura e convivência
- Centro de acolhida descentralizada: perto de sua moradia original para que estes usuários possam ter convívio social com seus laços familiares e de amizade.
- Permitir espaço para pets (em especial cães e gatos) nestes centros de acolhida também pode facilitar a recuperação dos dependentes químicos.

Clique aqui e veja mais.

Por mais estranha que a afirmação possa parecer, as cidades são a única forma de salvar o meio ambiente, em especial das enormes emissões de gases causadas por veículos.
- Devemos concentrar esforços em reduzir a utilização de combustíveis fósseis na frota de ônibus, um dos principais poluidores causados pelo diesel, adotando energias renováveis no lugar.
- Com menores restrições, São Paulo poderá abrigar arranha-céus como a maioria das metrópoles pujantes do mundo e diminuir o deslocamento, reduzindo o trânsito e a poluição.

Clique aqui e veja mais.

São Paulo possui quase tantos imóveis tombados quanto a nossa antiga capital, Rio de Janeiro, que possui quase 500 anos de história contínua.

- Preservaremos apenas aquilo que de fato tenha valor arquitetônico histórico para a cidade de São Paulo
- Deixar que o resto dos imóveis passem por transformações para se adequarem ao melhor desenvolvimento econômico e social da cidade.
- No meu governo vamos preservar tudo que, de fato, tiver valor histórico e cultural e permitir que a destruição criativa dinamize a economia.

Clique aqui e veja mais.

A cultura emana do povo!

- Acreditamos em um fomento mínimo, muito menor do que o atual para a cultura no município, pois acreditamos que a iniciativa privada é capaz de suprir esta demanda.
- Não acreditamos em editais de fomento à cultura com o estado escolhendo quais são e quais não são os projetos dignos de financiamento estatal.
- Hoje, parte destes editais por todo o Brasil são enviesados por bancas de avaliadores compostas de pessoas ligadas aos premiados e acabam por ser uma péssima forma de incentivar a cultura local.
- Iniciativas pontuais e com alto valor cultural e social e que não tenham viabilidade de se manter na iniciativa privada, tais como orquestras e museus, serão mantidos.

Clique aqui e veja mais.

Slide PARA RECUPERAÇÃO ECONÔMICA O MAIOR PROGRAMA PLANO LOCOMOTIVA DE SÃO PAULO ARTHUR DO VAL & HELIO BELTRÃO
Supersecretário de Economia
VEJA O PROGRAMA COMPLETO